Ora viva a borga

MULHER
Toma lá cerejas
Que te manda a tua tia
Talvez eu te escreva
Na casca da melancia

REPETE O HOMEM

REFRÃO
Ora viva a borga
Ora viva ela
Venho da borga
Ainda volto para ela
Ora viva a borga
Olé, olá
Venho da borga
Ainda volto para lá

MULHER
Toma lá cerejas
Que te manda a Rosa Mona
Talvez eu te escreva
Lá pró tempo da azeitona

REPETE O HOMEM

REFRÃO
Ora viva a borga

MULHER
Toma lá cerejas
Que te manda a Margarida
Talvez eu te escreva
Na hora da despedida

REPETE O HOMEM

REFRÃO
Ora viva a borga