Rosinha do meio

HOMEM
Quando um homem é solteiro
Ai tem livre o tempo que quer
Casado é prisioneiro
Ele tem que aturar a mulher

MULHER
Não te aceito p’ra casar
Ai nem te queria p’ra marido
Grande foi o meu azar
Porque acbei por casar contigo

REFRÃO
Ó rosinha, ó rosinha do meio
Vem cá baixo malhar o centeio
O centeio, o centeio, a cevada
Ó rosinha minha namorada (BIS)

HOMEM
Dizes que tiveste azar
Ai por teres casado comigo
Não te podes lamentar
Porque foi de acordo contigo

MULHER
Bem sei que falas verdade
Ai mas estou arrependida
Perdi minha liberdade
Ai mas são as tristezas da vida

REFRÃO
Ó rosinha, ó rosinha do meio

HOMEM
Muitas falas se consomem
Ai mas diga-se o que disser
Para aquecer um homem
Ai não há como uma mulher

MULHER
Quem diz que um homem é santo
Ai não pensa um só momento
Aturá-los custa tanto
Antes cruzes figas anjo bento

REFRÃO
Ó rosinha, ó rosinha do meio